sábado, 16 de fevereiro de 2013

BRASIL APÁTICO, MUNDO EM CONVULSÃO...

Por Mário Márcio
 
Tenho o costume como uma grande maioria de brasileiros que já estão aposentados, assistir pela manhã os jornais dos nossos meios de comunicações. O noticiário está recheado de más notícias, e quando aparece alguma diferente, normalmente passa despercebida pelas nossas críticas ou nossos olhares...
Notamos uma mudança radical no mundo inteiro, na verdade estamos vivendo uma convulsão social. O mundo de hoje, não é mais o mundo tranquilo do passado. As mudanças sociais são rápidas graças a tecnologia de informação.
... As sociedades não aceitam mais goelas abaixo as determinações políticas e religiosas de seus países, o descontentamento já chegou no limite da tolerância social. A grande verdade, que clamamos por justiça, pela verdade, pelo bem-estar de todos, clamamos por um mundo melhor. Mas o grande câncer social tem sido o estímulo à corrupção, e isto não é uma novidade brasileira, ela é mundial, ela faz parte do gênero humano.
Enquanto as sociedades de outros países se mobilizam, formando grupos, marchas cívicas contra seus governos, ou contra seus princípios religiosos, o Brasil vive um grande momento de apatia nacional, onde o fazer errado tornou-se um grande mote, onde o honesto tornou-se um otário institucionalizado, o jeitinho brasileiro prepondera sobre o restante de nossa sociedade – é a famosa lei de “Gerson”, onde o esperto é rei.
Outro fator que tem nos incomodado bastante é a omissão de nossas autoridades militares que vivem hoje uma situação bem mais crítica do que passamos em 1.964. Os motivos são mais do que suficientes para se mobilizarem e dar um basta em tudo isto.
Não haveria necessidade urgente e necessária da sociedade civil se mobilizar e exigir que as FFAAs cumpram o seu papel constitucional. Qualquer comandante em chefe hoje que se sentem prejudicados em suas ações, teriam apoio incondicional de toda a sua força, desde que houvesse justiça e cumprimento das nossas necessidades.
O Brasil caminha celeremente para a instituição do comunismo, isto não é novidade, é um objetivo estabelecido pelo próprio Foro de São Paulo, onde o Brasil foi signatário e responsável pela introdução do regime gramsciano como forma de atingir toda a sua sociedade. Uma vez instalada e perpetuada, os demais países participantes serão satélites do mesmo projeto.
Nossas autoridades governamentais tem ciência de que os Estados Unidos jamais irão interferir em nosso processo político, ou mesmo de mudanças ideológicas, porque o maior interesse hoje do governo americano é econômico , em virtude de sua própria situação no contexto mundial. Eles não tem mais cacife para continuar investindo no envio de suas FFAAs para agirem nos países contrário aos seus princípios democráticos, o interesse maior hoje é pautado nas riquezas espalhadas em diversas regiões do planeta, para continuarem sendo a potência que sempre foram tanto na área política quanto militar de ocupação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário