sexta-feira, 29 de março de 2013

COMPRA DE OBUSEIROS USADOS DE 155MM


 Essa semana publicou-se em vários sites da rede militar a estrondosa notícia sobre a compra de alguns veículos usados escolhidos por oficiais brasileiros entre os milhares que se encontram em depósitos do exército norte americano.

Segundo informações publicadas no Boletim do Exército n.12, foi autorizado um pagamento antecipado para o Governo dos Estados Unidos da América, através do programa “Foreign Military Sales” (FMS), para a aquisição de 36 obuseiros autopropulsados do tipo VBCOAP M109A5.


O valor autorizado é de aproximadamente 400 mil dólares e refere-se à Carta de Oferta e Aceitação. A negociação deste lote de obuseiros foi anunciada em 2012 e, embora não esteja formalmente dito no despacho, ela engloba cerca de 36 veículos usados.

Há informações de que os mesmos deverão ser elevados à categoria M109A5+ antes da transferência. 12 veículos deste modelo recentemente recebidos pelo Chile foram atualizados para o padrão A5+ pela BAE Land Systems (ver links abaixo). O Exército Brasileiro já opera cerca de quatro dezenas do modelo M109A3 (uma modernização do M109A1) que pertenciam ao Exército Belga.
O Exército Brasileiro possui atualmente cinco OM equipadas com obuseiros autopropulsados, todas elas localizadas na Região Sul do país (área de atuação do Comando Militar do Sul).  

Conforme publicamos ainda em 2012, Comprados dos estoques do Exército dos Estados Unidos, estes obuseiros são realmente bem mais modernos que os 37 exemplares da versão M-109A3 atualmente em uso no Brasil, adquiridos da Bélgica em 1999.   Essa compra mostra a satisfação do EB com seus M-109 e reforça a idéia da aposentadoria dos M-108, considerados obsoletos devido ao baixo alcance da arma principal de 105 mm (15 km), em que pese sua ótima eficiência mecânica.

Depósito Norte Americano de material e carros de combate usados no Oriente Médio.

Dados de Forte.jor, Exército Americano e CNN


Nenhum comentário:

Postar um comentário