sábado, 13 de abril de 2013

PEC-300 - PRESSÃO EM BRASÍLA PELA APROVAÇÃO


Militares resolveram de uma vez por todas pressionar os políticos para colocar a PEC300 em votação. A concentração está marcada para os dias 23 e 24 em Brasília. É inadmissível que o projeto permaneça tanto tempo engavetado após ser aceito em primeiro turno. As lideranças convocam todos os militares que atuam próximos a parlamentares, em funções principalmente ligadas a segurança, a pressionar os políticos a colocar a questão na pauta. Caso a proposta permaneça ignorada alguns ja pensam na possibilidade de uma ação judicial no sentido de forçar a votação.
É importante que os militares de cada cidade desde já pressionem jornais, rádios e outros veículos de comunicação a realizar a cobertura do evento. Como já aconteceu em outras ocasiões é possível que “forças contrárias” tentem fazer com que o movimento seja minimizado e pareça bem menor do que na realidade é.
A PEC foi aprovada em primeiro turno e isso é prova de que os representantes da sociedade concordam com a emenda constitucional, não é mais admissível que manobras do governo retardem a aprovação definitiva da proposta que representa o restabelecimento de condições dignas para os policiais e suas famílias, dando condições do militar realizar seu serviço de forma tranquila e com o sentimento extremamente necessário de que a sociedade reconhece a importancia de seu trabalho. Não se pode mais ignorar que o proposta existe, e que é importante,  a ponto de ter sido aprovada em primeiro turno.
Com a emenda aprovada todos os militares do país receberiam os mesmo salários, já que atuam em funções idênticas e são regidos pelas mesmas normas.
Fonte: sociedademilitar

Um comentário: