terça-feira, 16 de julho de 2013

Deputado Jean Wyllys reclama do salário

O deputado Jean Wyllys mais uma vez gerou polêmica, em uma entrevista a Marcelo Taz disse que o salário de deputado é igual ao que recebia como professor, portanto não considera a remuneração como alta, ou excessiva. Ele declarou que ao final do mês (de um salário de mais de R$ 26 mil) sobram “somente” R$ 15 mil. Depois disso disse que a população deveria se preocupar com os vencimentos de grandes executivos de empresas privadas. Nós discordamos frontalmente do deputado, o salários dos executivos quem paga são as empresas, já o salário dos políticos quem paga é o povo.
Na verdade o salário de um deputado é muito mais do que esses “míseros” R$ 15 mil mensais, dos quais reclama o deputado. O site UOL publicou há algum tempo um artigo no qual mostra que um deputado custa mais de R$ 120 MIL reais mensais para a sociedade. Gastos que meros “mortais” têm todos os meses, com roupas, telefone, internet, alugueis e combustível não preocupam os deputados como Jean Wyllys, já que a sociedade também paga isso, portanto, entendemos que R$ 26.723,13 é mais que suficiente para saciar os caprichos de qualquer político.
Posteriormente, sabendo da repercussão de suas declarações, o deputado disse que os cristãos deveriam se preocupar com outras coisas, principalmente com o salário dos pastores.
Ora, quase totalidade da população brasileira é formada de cristãos, e independente disso será que não temos o direito de nos preocupar com a aplicação do dinheiro dos nossos impostos? O deputado perdeu uma bela oportunidade para ficar calado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário