terça-feira, 24 de setembro de 2013

Palavras de um amigo QE que respeito muito.

Prezados Amigos. Em parte fiquei contente com a edição da MP 618-A, apesar de ser um prejudicado, haja vista, que já estou na reserva remunerada. Depois de muitas insistências de vários companheiros que estavam lutando corpo-a-corpo na Câmara dos Deputados, junto aos parlamentares para apresentarem emedas ao PL 4373/2012, foi que o Deputado Claudio Cajado atendeu em parte a Emenda 5, que mais uma vez, o Dep Claudio Cajado apresenta seu Relatório (Substitutivo ao PL 4.373/2012) com muitas dúvidas ainda,
1) Mais uma vez ela acrescenta a inclusão da alteração da lei nº 12.158, de 2009 dos TAIFEIROS DA FAB a inclusão do Art 7-A que concede aos Sgt QESA a promoção até SO, isso, a meu ver é inconstitucional, pois, não tinha sido objeto do projeto inicial e não tinha sido encaminhado pelo Poder Executivo;
2) Nessa substitutivo ela concede a promoção de militares da ativa até a graduação de ST e aos Inativos até a promoção de 2º Sgt, inclusive aos pensionistas, entretanto, essa redação que concede aos inativos ele coloca apenas por pressão e se a Câmara aprovasse a inclusão (alteração) do ART 62 do EI (Estatuto dos Militares) incluíndo o parágrafo único - É admitida a promoção de militares inativos, a prova disso é que no mesmo relatório no seu artigo 15 - Ali diz que as promoções de que trata esta lei não contemplarão os militares na inatividade. Minha opinião sobre tudo isso é que o Exército sempre aceitou apenas a promoção de 2º Sgt e somente os da ativa, devido ao processo do Sgt Eliodoro Bernardes Frates, de MS que ganhou na justiça a promoção de 2º Sgt - Processo Transitando em Julgado, por isso o EB aceitava só 2º Sgt, o problema que esse PL 4373 poderia trazer ao EB, caso essa emenda acatada pelo Dep. Cajado fosse aprovada na Comissão de Relações Exteriores, isso poderia trazer um prejuízo ao EB, motivo pelo qual, ele sorrateiramente, aproveitou o projeto original de 2º Sgt e só militares da ativa, fez com que o MD encaminhasse a Casa Civil da Presidência da República uma redação original do projeto e ela por sua vez levou a presidenta que assinasse uma Medida provisória com diversos assuntos, BNDES, Caixa Econômica Federal, VALEC, entre outros, e ali esta a situação do Quadro Especial, foi para a Câmara dos Deputados e se os amigos quiserem verificar no áudio dos parlamentarem dessa tramitação na comissão especial (Deputados/Senadores) que analisaram essa MP nenhum fala dos QE, pelo menos não vir, muitos apresentaram ementas de diversos outros assunto. Portanto companheiros, agora não tem jeito, quem sabe no SENADO essa MP possa ser modificada, mas, acho difícil, o Exército agora esta com a faca e o queijo para regulamentar como ele bem quer, interstício de 7 anos e meio, ensino médio, entre outros, e os inativos só conseguirão essa promoção buscando isso na esfera judicial, pois, o EB diz que não pode haver promoção de militares da inatividade, tudo isso em conformidade ao contido no Art 62 do E1 (Estatuto dos Militares), entretanto, como a Presidência da República encaminha o projeto de lei dos taifeiros da aeronáutica e é transformada na lei n12.158, de 28 Dez 2009, onde nos seus artigos 3º e 4º concede as promoções de militares inativos até a promoção de Suboficial e as pensionistas, em 2009 esse artigo do EI não dizia que não poderia ocorrer promoção de militares inativos, isso é um prato cheio para a justiça amigos. Espero que o EB promova tos os militares que tem mais de 7 anos e meio direto sem a justificativa de números de vagas, no entanto, para o EB promover de uma vez mais de 4 mil Sgt QE deve-se alterar o Decreto anual de fixação de efetivo de cada força, para justificar uma promoção grande. Sou um militar que busquei administrativamente essa promoção desde de 1999, não vou conseguir ser promovido na inatividade, mas, podemos questionar o princípio da isonomia em relação aos inativos da aeronáutica, sucesso a todos e que a promoção dos companheiros da ativa ocorra em dezembro de 2013 com todos os que preenchem os requisitos de tempo na graduação.
3º Sgt R/1 -Mororó

24 comentários:

  1. Esse eu conheço. Mororó dou crédito. Mostrou humildade em analisar a MP 618.

    ResponderExcluir
  2. vamos ganhar com a luta da manifestação do QESA,
    lembram
    aquela que está circulando na camara deputados que tem mais de 280 assinaturas de deputados e mais de 40 senadores
    que pedimos até so pra aeronautica.
    no art 4º eles citam o EB e a Marinha para ST na inatividade.

    abraços sgt mororó
    o teu sonho e dos outros que querem ser reconhecido na inatividade vai ser realizado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caraca moró, até tu ta viajando na maionese...nos ferraram...acabou....

      Excluir
  3. Se o Dep Claudio Cajado se apressasse com a PL 4373/2012, teríamos uma grande chance para chegar até mesmo antes da MP nas mãos da Presidente Dilma, mas infelizmente existe deputadores que ficam na frescura de querer rever a PL como no vídeo que lancei da Reuniao do CREDN em 11 set/2013. isto nos atrasa demais, se não sair nada este ano vamos fazer o seguinte, vamos lançar campanha contra e a favor de quem estava do nosso lado nessa batalha. Somos muitos e fazemos a diferença. Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Veja que estamos lutando por um direito que os políticos mesmos nós tiraram que era direito ir pra reserva um posto acima mas pra eles incluírem novamente e muito sacrifício pelo vídeo e as palavras do Dep Claudio Cajardo depois que nos QÉ fomos todos pra reserva ai ninguém mais tem direito ai ele aprovam mais ele esquece que nos temos familiares e nos também votemos porque sera que o Fernando Henrique não foi mais eleito sera que eles não vê nos também fizemos nossa parte!!!

    ResponderExcluir
  5. agora talvez muitos dos nossos colegas vao acreditar e nós vamos ficar muito mais fortes com a ajuda de todos os companheiros p pressionar os deputados p aprovação de toda a pl 4373 não podemos se satisfazer só com migalhas...se não tivéssemos forças nada teria saído ainda .abraço a todos q acreditam

    ResponderExcluir
  6. Parece que esta MP 618 virou Projeto de Lei de Conversão Nr 23 e será o primeiro da pauta de hoje no senado conforme está na agenda: http://www.senado.gov.br/atividade/agenda/detDivisao.asp?casa=SF&div=3&esp=2299&sessao=2828

    ResponderExcluir
  7. e so esqueceram da marinha e fab

    ResponderExcluir
  8. PAUTA
    1
    PROJETO DE LEI DE CONVERSÃO Nº 23, DE 2013
    (Proveniente da Medida Provisória nº 618, de 2013)
    Discussão, em turno único, do Projeto de Lei de Conversão nº 23, de 2013, que altera a Lei nº 10.552, de 13 de novembro de 2002, para dispor sobre a concessão de garantia da União a entidades controladas indiretamente pelos entes da Federação; autoriza o aumento do capital social da VALEC - Engenharia, Construções e Ferrovias S.A.; autoriza a União a renegociar condições financeiras e contratuais das operações de crédito com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES que menciona; altera o cálculo da receita líquida real dos Municípios, para adequação à Lei nº 10.257, de 10 de julho de 2001; autoriza a União a conceder crédito ao BNDES, no montante de até R$15.000.000.000,00 (quinze bilhões de reais), em condições financeiras e contratuais que permitam o seu enquadramento como instrumento híbrido de capital e dívida ou elemento patrimonial que venha a substituí-lo na formação do patrimônio de referência; promove ações de cooperação energética com países da América Latina; cria o Quadro Especial de Terceiros-Sargentos e Segundos-Sargentos do Exército, integrante do Quadro de Pessoal Militar do Exército; altera a Medida Provisória nº 2.196-3, de 24 de agosto de 2001, as Leis nºs 4.117, de 27 de agosto de 1962, 11.345, de 14 de setembro de 2006, 12.844, de 19 de julho de 2013, e 12.249, de 11 de junho de 2010; revoga a Lei nº 10.951, de 22 de setembro de 2004, e dispositivos das Leis nºs 12.844, de 19 de julho de 2013, e 12.761, de 27 de dezembro de 2012; e dá outras providências (proveniente da Medida Provisória nº 618, de 2013).

    Parecer sob nº 55, de 2013, da Comissão Mista, Relator: Senador Valdir Raupp (PMDB/RO); e Relator Revisor: Deputado Júnior Coimbra (PMDB/TO), favorável à Medida Provisória e às Emendas nºs 35 e 50, nos termos do Projeto de Lei de Conversão nº 23, de 2013, que oferece; e pela rejeição das demais emendas.

    Avulsos:
    Avulso da matéria - PLV nº 23/2013
    Avulso do Parecer - PAR nº 55/2013

    Responder

    ResponderExcluir
  9. É meus queridos QE, já estamos chegando a mais um final de ano, e até agora nenhum Comandante, Chefe ou Diretor de nossas Organizações Militares se pronunciaram com relação a essa tão sonhada promoção a 2º Sgt QE. Na verdade eles não estão nem aí com o nosso profissionalismo (Motoristas, Mecânicos, Cozinheiros, Tesouraria, SALC e outros). Por que, que nos anos 80 nós tínhamos informações sobre qualquer coisa que dizia respeito aos praças e hoje nossos 3 (três) Comandantes não divulgam nada? O INFORMEX só serve para divulgar as promoções e cursos deles. A Justiça já mandou pagar a diferença dos 28,86% desde 24Set10 (Tá no Diário Oficial da União do dia 24 Set 10) e nós não vemos esse caras (Comandantes) falarem nada para a tropa, tem companheiro que já está indo para a reserva e até o momento não tem a onde morar, porque esse salário de miséria não dar nem para manter a família, que dirá para comprar um barraco de madeira dentro de uma favela para morar. É um absurdo o que nós praças vivemos hoje na caserna. Fui tenta dar uma moral para um companheiro para que ele fizesse um esforço para comprar uma casa e ele me respondeu o seguinte: "Meu irmão, o meu salário não dar nem para pagar o que eu devo, que dirá para adquirir um pedaço de chão 4x4 para construir um barraco), percebi no semblante desse companheiro uma profunda tristeza de ter trabalhado quase 30 anos nas Forças Armadas e sair sem o reconhecimento dos nossos Comandantes, Chefes e Diretores. É revoltante você essa situação. Só Deus para nos fortalecer!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, concordo com você e vejo que pelo regulamento de promoções terá que ser de 86 meses, então atualmente ninguém será promovido por que os sargentos QE que possui esse tempo já foi para reserva a pedido ou pela compulsória. Como vão promover alguém da ativa se não tem ninguém com 86 meses na graduação na ativa e ainda mais os sargentos que possuíram esse tempo quando estava na ativa tem direito e isso vai gerar ações coletivas na justiça com direito a atrasados e pessoal da aeronauta que contemplou todos os militares da ativa e inativo como que fica...Eles tão voando e nós só se ferrando...............

      Excluir
  10. Quando lutamos por melhorias (promoção), é porque algo está faltando (poder aquisitivo/dinheiro). Se não fosse isso, seriamos até 1º Sgt a muito tempo. Com certeza não mexeria no orçamento da União (Governo). E a promoção de todos os militares apenas poder/statos. É o que não nos interessa. O que interessa é vivermos bem juntos de nossas Família e a saudade de que nossos salários um dia foiiii boommm...
    A ponto hoje de alguns de nós, termos que fazer alguns bicos ;(chato/complicado) NÃO! Por isso não criticamos alguns policiais que o fazem.! Para melhoras, é somente a promoção mesmo..!!!!!

    Abç aos Qes das F.A.

    ResponderExcluir
  11. Interessante o comentário do colega acima..

    E por falar nisso como anda a nossa pl 4373 heiiiim? Puxa já criaram a mpv 618.
    Temos que tomar cuidados para não se tornar igual a 18 do MARCELO SEM DENTE...
    Responder

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É meu parceiro, tenho pena de você !!!! sempre o mesmo idiota fazendo comentários idiotas...não tem o que falar ou fazer, fica fora parceiro !!! ou então se identifica para batermos um papinho pessoalmente....Que tal....?? Eduardo Henrique

      Excluir
  12. NOTÍCIAS DE HOJE....

    ""24/09/2013 SSCLSF - SUBSEC. COORDENAÇÃO LEGISLATIVA DO SENADO
    Situação: INCLUÍDA EM ORDEM DO DIA
    Ação: Incluído em Ordem do Dia da sessão deliberativa ordinária do dia 25/09/2013.
    Discussão, em turno único.
    Matéria não apreciada na sessão de 25.9.2013, transferida para a sessão deliberativa ordinária do dia 26.9.2013.
    Matéria não apreciada na sessão de 26.9.2013, transferida para a sessão deliberativa ordinária do dia 1º.10.2013.""

    OU SEJA, FICOU PARA OUTUBRO.

    ResponderExcluir
  13. SÓ PARA O CONHECIMENTO: POR LOBI DAS ASSOCIAÇÕES, O SENADOR ARGELO E OUTROS VÃO PEDIR O VETO DOS ART 14 E 15, EXATAMENTE A PARTE RELATIVA AO PROJETO, NÃO SEI SE VAI DAR TEMPO OU SE CONSEGUIRÃO O VETO, PENSO QUE ISSO PARA NÓS DA ATIVA SERÁ UMA M...., VAMOS ACABAR NÃO SENDO PROMOVIDOS NUNCA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. art 14 e 15, qual seria o conteudo?, pois a medida que esta pra votar na MP 618 é a PL do ministério do exército, onde não consta art 14 e 15. por favor me corrige se eu estiver errado. abç

      Excluir
    2. ultima forma,capitei aqui. obg

      Excluir
  14. Pessoal, por favor expliquem melhor as postagens. Não entendi o que seria o veto que impediria a nossa promoção

    ResponderExcluir
  15. É muito simples esses Qeas só pensam neles, querem pegar carona e ainda querem a janela, emquanto a maioria dos QEs PENSAREM QUE ESSE TIPO DE UNIAO COM ELES NOS TRARÁ BENEFICIOS ESTAREMOS NA MERDA. Até agora eles só atrapalharam o andamento da pl 4373 e estão fazendo merda de novo. fora Qesa!!!

    ResponderExcluir
  16. Boa noite, caríssimos colegas QEs, também concorda em não ofender o Paulo Roberto, afinal ele conseguiu o que nós todos ão havíamos conseguido antes, no mínimo isto este ele fêz, CRIOU ESTE SITE, ENTÃO, VAMOS COLABORAR TAMBÉM, AJUDEM COM AS INFORMAÇÕES QUE CADA UM SOUBER, CARAMBA, É MUITO FÁCIL CRITICAR OS OUTROS, MAS E A AÇÃO DE CADA UM?????...

    ResponderExcluir
  17. essa mp nao pode ser aprovada pois faltou os QE DA MARINHA E FAB,TEMOS QUE INCLUIR ESSE MILITARES.

    ResponderExcluir
  18. Porque uma pessoa escreve anonimamente, medo doque, sejam homens e colocam seus nomes.

    ResponderExcluir