quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Reviravolta da direita?



Com Feliciano se candidatando para Presidente o PT de DILMA corre risco de ir para o segundo turno

"eu descobri que a filosofia deles é enraizada no marxismo... "

Pela falta de uma oposição organizada, se nada for feito em tempo, Dilma Roussef pode ganhar a eleição presidencial ainda no primeiro turno. Alguns já acreditam que uma opção a se levar em consideração seria a candidatura de Marcos Feliciano para presidente. O Líder da Comissão de Direitos humanos teve mais de 200 mil votos na sua última campanha e já se mostrou forte e sagaz o suficiente para resistir à opressão das massas de idiotas úteis dos esquerdistas e derrotar PT e aliados na campanha para o retirar do cargo na Câmara. Em relação a pressão que sofreu ele diz: 
"Eles acabaram fazendo de mim uma celebridade, o herói da família brasileira pela minha luta contra um só setor, a militância gay".   
     Essa semana o pastor, presidente da CDH disse que se for escolhido pelo PSC será candidato de bom grado.
   Um sinal bem claro de que a candidatura de Feliciano assusta o PT é o fato da grande mídia omitir essa possibilidade. Mas é obvio que o pastor não tem cacife para ganhar de Dilma em primeiro turno, ainda que inegavelmente tenha mais caráter.  
   Ele diz que descobriu que o PT é realmente marxista e que foi por pressão do partido da presidente que o aborto passou pelo supremo.
"comecei a vasculhar a ideologia do PT que até então eu desconhecia porque nunca tive tempo. E, quando eu descobri que a filosofia deles é enraizada no marxismo, e no marxismo com “M” maiúsculo, em que se vê a religião como um freio no progresso do mundo. Eu descobri que eu estava lutando do lado do meu inimigo. Então, de lá para cá, tornei-me uma voz contra ao governo do PT, que aparelhou o País inteiro, aparelhou o Estado inteiro, aparelhou a polícia, aparelhou a mídia… ”
    Essa candidatura, certamente inesperada, seria uma grande pedra no sapato da protegida de LULA, e com toda certeza poderia fazer a diferença, levando a eleição para o segundo turno. No Brasil são mais de 40 milhões de evangélicos e igual quantidade de católicos praticantes que se opõem às políticas contrárias à família natural impostas pelo PT.  Lembramos também que recentemente em Brasília ocorreu uma manifestação contra o aborto com mais de 9 mil pessoas, a maioria era de religião espírita, mas não se furtaram em homenagear o pastor pela sua atuação contra a legalização do aborto, o que mostra que não são só os cristãos que percebem em Feliciano uma boa opção.
   Recentemente Feliciano criticou Marina Silva por seu medo de se posicionar em relação ao aborto, Marina disse que isso é “questão de saúde pública”. Para ele a senadora perdeu o respeito dos evangélicos.
   Atualmente o PSC recebe cerca de mil ligações diárias pedindo a candidatura de Feliciano para presidente.  A sociedade conservadora parece aguardar ansiosa o surgimento de uma opção viável e realmente capaz de competir com DILMA e levar o pleito para o segundo turno.

Fonte: http://sociedademilitar.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário