quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

UM ATAQUE A DEMOCRACIA! MAS O PRAÇA UNIDO JAMAIS SERÁ VENCIDO!



Este dia 18 de fevereiro de 2014 foi histórico por dois fatores antagônicos. Pela manhã vivenciamos um exemplo de democracia, onde policiais e bombeiros se reuniram de maneira  pacífica na luta pela valorização da carreira com a esperança de que o Governo sinalizasse de forma efetiva e responsável, afinal será que se esqueceram das 13 promessas?***

Temos que nos orgulhar da nossa mobilização, da nossa grandeza. Enfim o gigante despertou e quem quiser segurá-lo terá de respeitá-lo. Não apenas prometer , mas cumprir, afinal somos profissionais e nos orgulhamos de buscarmos a valorização de nossas carreiras.

Queremos dignidade! E mostramos isso quando gritamos: “… o praça unido jamais será vencido…” , quando rejeitamos a proposta segregadora , gritamos por tratamento linear, que é o mínimo que se pode fazer para equacionar esta disparidade interna absurda. Precisamos mudar a atual situação. E vamos mudar!
Uma Instituição que se diz secular não pode olhar para os praças e deixar de valorizá-los, pois quem não tem carreira , não tem dignidade, e apesar de  termos muitos jogando contra nesta caminhada, vamos vencê-los pois representamos 90% da categoria. Todo poder emana do povo que democraticamente diz sim ou não. Esta guerra não vamos perder pois vamos continuar organizados cada vez mais, unidos em prol dos interesses da categoria e lutando contra as insistentes correntes arcaicas que ainda se fazem prevalecer.
No final da tarde tivemos uma  surpresa desagradável , injusta e lamentável. O Comando, a Casa Militar e os Associados da ASOF se reuniram para atacar a voto democrático da corporação e enaltecer a discórdia desrespeitando os mais 10 mil policiais e bombeiros que estiveram na Praça do Relógio e DECIDIRAM RECUSAR A PROPOSTA DO GOVERNO.

Estive no local da reunião da ASOF e disseram aos praças que ali estavam  que eu só falaria se defendesse a ridícula proposta do Governo, coisa que não admito, afinal se existe democracia tem que haver espaço para os diferentes pensamentos. Naquele momento  o Ato Institucional 13 estava sendo reproduzido em um espaço onde o ar faltava e a seriedade de tratamento aos verdadeiros profissionais de segurança pública sepultado. A mentira estava armada para a imprensa pela chamada força da ignorância de 1809.

No dia de ontem vi duas polícias. Fomos vendidos mais uma vez pela força do dinheiro despositado na casta superior, porém somos cientes que somos nós que carregamos a polícia nas costas. Gostaria que nossos companheiros não dirigissem mais para os donos da polícia, que as nossas secretárias fossem para as ruas e que o nosso expediente se auto enxugasse. Tais medidas podem mostrar o quanto somos eficientes e necessários no cotidiano desta “empresa” chamada PMDF.
video
Fonte: www.jabasta.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário