segunda-feira, 31 de março de 2014

A História dos militares do Quadro Especial do Exército ainda não acabou

O negócio não parou por aí, tem muita água para rolar. 
Fonte: http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=475902

2 comentários:

  1. É mais um bandão querendo viajar para Brasília para ficar babando ovo de deputados. É só ler o Regulamento Interno da Câmara dos Deputados. Todos verão que qualquer lei que trate de assuntos militares (remuneração, promoções, ou outra qualquer) tem que partir do do Chefe do Poder Executivo, representado pelo Presidente (a). Vide o que aconteceu com todos os outros Projetos. Só andou o enviado pelo Comando do Exército, através da Presidente. Isso é só Deputado demagogo querendo fazer média, pois eles sabem que não passa pela CCJ. E detalhe: eu sou cabo Véio. Abraço a todos e sorte.

    ResponderExcluir
  2. Em todo Brasil existem categorias que se unem para pleitear melhores condições de trabalho, de salário, de evolução na carreira, enfim " se unem", enquanto nós das forças armadas somos os únicos participantes de categoria trabalhista que além de não juntar-mos, não fazemos nada, detonamos que tenta fazer e ainda difamam a causa. Triste isso. Por essas e outras razões que não chegamos a lugar nenhum e ainda somos perseguidos pelas autoridades, pois temos em nosso meio os traidores ou famosos dedos duros.

    ResponderExcluir