domingo, 26 de outubro de 2014

Mais de 140 milhões de brasileiros voltam às urnas hoje na eleição presidencial mais disputada em 30 anos

Destes eleitores, 49,8 milhões também vão definir governadores de 13 Estados e do DF
  • Do R7
Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) disputam o seu voto para governar o
Brasil entre 2015 e 2018
Eduardo Enomoto/16.10.2014/R7
Na eleição mais acirrada dos últimos 30 anos, período que sucedeu a redemocratização do País, pouco mais de 142,8 milhões de brasileiros voltarão às urnas neste domingo (26) para escolher o presidente do Brasil. São 142,5 milhões de eleitores no Brasil e outros 350 mil brasileiros que têm direito a votar e vivem no exterior.
Os dois candidatos ao Palácio do Planalto são a atual presidente Dilma Rousseff (PT), que mira a reeleição para um mandato de mais quatro anos, e o senador Aécio Neves (PSDB). No primeiro turno, a presidente teve 41,59% dos votos válidos (43,2 milhões) e o tucano recebeu 33,55% (quase 34,9 milhões).
Os dois primeiros debates entre os dois candidatos na televisão evidenciaram a tensão da campanha eleitoral, o que resultou em muitos ataques pessoais. No debate da TV Record no último domingo (19), o tucano e a petista elevaram o nível do confronto e adotaram a estratégia de apresentar propostas de governo.
Dilma Rousseff teve pouco mais de 43 milhões de votos no 1º turnoIchiro Guerra/23.10.2014/Divulgação
Como os encontros foram acalorados e a maioria dos eleitores está decidida em quem votar, a decisão nas urnas virá dos indecisos e daqueles que votaram em branco ou anularam o voto no primeiro turno.
A abstenção no primeiro turno foi de quase 27,7 milhões de eleitores, que podem definir o futuro do País. Outros 11 milhões de eleitores votaram branco ou nulo e também terão peso importante na definição do novo presidente do Brasil caso resolvam escolher um dos dois candidatos.
Ontem, as pesquisas eleitorais apontavam uma vantagem de Dilma Rousseff — no Datafolha, Dilma com 47% das intenções de voto e Aécio com 43%, sendo a margem de erro de dois pontos percentuais. Portanto, apesar da vantagem numérica da presidente, há umempate técnico entre os candidatos. Pesquisa Ibope, porém, indicou Dilma à frente de Aécio fora da margem de erro — mesmo cenário de levantamento Vox Populi
A decisão deve sair dos eleitores indecisos, um universo de cerca de 7 milhões de eleitores conforme apontam as pesquisas. Há ainda outros 7 milhões de eleitores que dizem que votarão em branco ou nulo, que também devem contribuir com o resultado final.
Aécio teve quase 34,9 milhões de votosMarcos Fernandes/23.10.2014/Divulgação
13 Estados e o Distrito Federal
Quase 50 milhões de eleitores de 13 Estados e do Distrito Federal terão que escolher não só o novo presidente do País, mas também o novo governador. Com exceção do Tocantins, haverá escolha de governador em todos os Estados da região Norte: Acre, Amazonas, Amapá, Roraima, Rondônia e Pará.
No Nordeste, apenas três Estados terão votação neste domingo: Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba. Os eleitores do Centro-Oeste terão que escolher governador no Distrito Federal e em dois Estados: Mato Grosso do Sul e Goiás.
No Sudeste, apenas o Rio de Janeiro tem segundo turno e, no Sul, os eleitores do Rio Grande do Sul também vão digitar quatro números na urna eletrônica.
Eleitorado brasileiro
O eleitorado brasileiro tem 74,4 milhões de mulheres, 68,2 milhões homens e 115 mil pessoas que não informaram o sexo. Quanto à escolaridade, a maioria dos eleitores — 43,1 milhões ou 30,2% do total — tem ensino fundamental incompleto.
Depois, na ordem, estão os eleitores com ensino médio incompleto, com 27,5 milhões; ensino médio completo (23,8 milhões); eleitores que leem e escrevem (17,2 milhões); ensino fundamental completo (10,3 milhões); superior completo (8 milhões); analfabetos (7,3 milhões); superior incompleto (5,2 milhões); e as pessoas que não informaram (115,4 mil).
Quanto à faixa etária, a maioria — quase 33,8 milhões — possuem entre 45 e 59 anos e, em segundo lugar, estão os eleitores com idade entre 25 e 34 anos (33,2 milhões). Os eleitores de 35 a 44 anos estão na terceira posição, com 28,4 milhões de eleitores.
Em São Paulo, maior colégio eleitoral do Brasil, quase 32 milhões de pessoas vão às urnas do País. Em Minas Gerais, segundo Estado com mais eleitores, 15,2 milhões de pessoas votarão. O Rio de Janeiro tem 12,1 milhões de eleitores que vão às urnas hoje. Na Bahia, outros 10,1 milhões de eleitores vão às urnas neste domingo.
Quem pode votar?
A votação começa às 8h e vai até às 17h (horário de Brasília). Estão obrigados a votar todos os cidadãos brasileiros alfabetizados maiores de 18 e menores de 70 anos. Por outro lado, o voto é facultativo para quem tem 16 e 17 anos, para os maiores de 70 anos e para as pessoas analfabetas.
Para votar, o eleitor deve levar um documento oficial com foto que comprove sua identidade — título de eleitor, carteira de identidade, passaporte, carteira de categoria profissional reconhecida por lei, certificado de reservista, carteira de trabalho ou carteira nacional de habilitação.

Fonte: R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário