segunda-feira, 15 de junho de 2015

Resultados. Pesquisa sobre situação financeira dos militares das Forças Armadas brasileiras. Primeiro semestre de 2015. Revista Sociedade Militar

Situação econômica dos militares das Forças Armadas brasileiras, incluindo ativa, reserva e pensionistas.


Objetivo - O projeto tem por objetivo geral levantar um conjunto de informações sobre a situação econômica dos militares das Forças Armadas brasileiras, incluindo ativa, reserva e pensionistas.

Período de campo -  De 9 a 12 de maio de 2015.
Universo - A pesquisa foi realizada com militares da ativa, reserva e pensionistas que voluntariamente responderam a questionário disponibilizado na Revista Sociedade Militar e no sistema online Google Forms.
Número de Entrevistas -  862 entrevistados em todo o Brasil.
Margem de Erro e Nível de Confiança -  A margem de erro estimada é de aproximadamente 3 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. O nível de confiança é de 95%. (Cálculo verificado pelos sistemas http://www.comres.co.uk/our-work/margin-of-error-calculator/ e http://www.polarismr.com/polaris-help-center/stat-calc-margin-of-error)
Comparação. O IBOPE, em 15 de outubro de 2014, divulgou pesquisa nacional sobre intenções de voto para presidente da república. O instituto coletou 3010 questionários para uma população de 141 milhões de eleitores. Nesse caso a amostra equivale a 0.00213% da população estudada. Na pesquisa apresentada nesse relatório, patrocinada pela Revista Sociedade Militar, onde foram colhidos 820 questionários para uma população de aproximadamente 600 mil militares e pensionistas, a proporção foi de 0,125. Ou seja, a pesquisa sobre os militares foi 50 vezes mais abrangente. Para alcançar a mesma proporção o IBOPE teria de apresentar aproximadamente 155 mil questionários em sua pesquisa.
Resultados
A pesquisa comprova com dados incontestáveis que os militares federais (ativa, reserva e pensionistas) têm passado por situação complicada por conta da ininterrupta perda de poder aquisitivo ocorrida ao longo de vários anos.
Perfil
43% dos entrevistados possui nível superior.
65% são da ativa, 33.1% da reserva e 1.7% são pensionistas.
Endividamento
Enquanto a média de famílias brasileiras endividadas, ou seja, que deixaram de quitar pelo menos uma conta no último mês, é de 19% (dados de Conf. Nac. do Com. de Bens, Serviços e Turismo), segundo a pesquisa, nas Forças Armadas o percentual de endividamento chega a um número exorbitante. 56.7% responderam que mantém pelo menos uma dívida em atraso.
Casa própria
A pesquisa mostrou que 62.5% dos militares (Ativa e reserva) não possui casa própria. Entre os militares da ativa 68.4% não possuem casa própria. Dos oficiais entrevistados 45% não possuem casa própria ou financiada. Dos sargentos e suboficiais 64% não possui imóvel próprio ou financiado.
12% dos entrevistados tem como principal dívida o aluguel.

Poupança
74.6% dos militares (Ativa e reserva) não possui qualquer investimento. Somente 25% conseguem guardar algum dinheiro e investem em poupança, fundos de ações ou outros investimentos. Nesse quesito os militares estão novamente em situação pior do que a maioria dos brasileiros. A última pesquisa do Banco Central mostra que 75% dos brasileiros fazem poupança. (https://www.monetar.com.br/uau-street/rota-do-investidor/rota-do-investidor-coluna/brasileiro-prefere-poupanca-por-seguranca-e)
Empréstimo consignado
75% dos entrevistados têm dívidas com empréstimo consignado. Pesquisas indicam que somente 34% dos brasileiros já fizeram empréstimo consignado.  http://meubolsofeliz.com.br/imprensa/tres-em-cada-dez-brasileiros-ja-fizeram-emprestimos-consignados-revela-pesquisa/
45% dos militares da ativa tem como principal dívida o empréstimo consignado.
34%  dos oficiais que responderam ao questionário tem como principal dívida o empréstimo consignado.
11% dos militares da ativa pagam prestações de empréstimo consignado que equivalem a mais de 50% de seus vencimentos.
19.7% dos militares da reserva / pensionistas pagam prestações de emp. Consignado que ultrapassam 50% de seus vencimentos.
Somente 21% dos militares da reserva / pensionistas não possuem dívidas com empréstimo consignado.
77% dos entrevistados já estiveram em situação em que precisaram realizar um empréstimo para quitar dívidas contraídas anteriormente.
militares pesquisa 2015
Preocupação com a carreira e situação financeira.
Quase 82% dos entrevistados (Todos os postos e graduações) declararam que nos últimos anos pensaram em pedir baixa das Forças Armadas.
89% dos entrevistados que estão na ativa se sentem desestimulados e 46.5% acreditam que a situação atrapalha o seu desempenho profissional.
Entre os entrevistados com menos de 20 anos de serviço o número é preocupante. Desses, que são os militares mais jovens, 86.4% pensaram recentemente em pedir baixa. Dos militares entrevistados com mais de 20 anos de serviço ativo, 54% pensaram recentemente em abandonar a carreira militar.
Restrições
34% dos entrevistados declararam que tiveram que reduzir gastos com alimentação educação e/ou saúde.
54% dos entrevistados declararam que reduziram despesas com lazer, viagens etc.
Perspectivas
93.2% dos entrevistados acreditam que o salário dos militares das Forças Armadas está defasado em relação a outras categorias.
53.2% dos entrevistados acreditam que a situação salarial dos militares das Forças Armadas vai piorar.
Revista Sociedade Militar –

Nenhum comentário:

Postar um comentário