sábado, 25 de julho de 2015

General Villas Bôas perto da tropa. Muito bom para a tropa e para o comando

Pela própria função de cada um e a distância dos graduados até os generais, há certa incerteza sobre a chegada até o comando de informações corretas sobre os problemas da tropa. Acredita-se que por conta da super-proteção, muitas vezes oferecida pelo estado maior, as informações podem ser “filtradas”. E isso pode deixar a tropa com certo sentimento de abandono. O que, em certos casos, acaba por fazer com que busque-se ajuda em outras instâncias, frequentemente políticas.

Qualquer um de nós, militares, sente-se prestigiado quando tem seu comandante sentado ao seu lado. Mais do que a companhia em si, que pode causar até certo desconforto, o que é normal, o gesto mostra a preocupação com a tropa, que o líder não se considera um ser humano melhor e que “está junto” e desejoso de saber o que que está acontecendo.


Essa semana o Comandante do Exército, ao almoçar sem aviso prévio com ST/SGT, em gesto simples, mostra claramente para a tropa que quer uma maior aproximação com os graduados, que compõem a maior parte do efetivo do exército.

Parabéns comandante.

Fonte:www.sociedademilitar

Nenhum comentário:

Postar um comentário