sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Diretor do Detran-DF, é flagrado cometendo infração; Silvain Fonseca se explica

Por Elton Santos
Algo curioso rodeia os lados do Detran-DF. Órgão responsável por manter a legalidade nas vias do Distrito Federal, seu diretor, Silvain Fonseca, é flagrado em pelo menos três irregularidades, passíveis de multas e até remoção de veículo. Uma delas bem grave. A imagem causou estranheza para quem viu.
Segundo uma denúncia feita ao Guardian DF, o diretor é clicado com um carro em cima da calçada, no Setor Bancário Sul. Nisto, uma pessoa comum, caso flagrado pelo Detran, além da multa, teria seu carro levado para o depósito. A infração é grave.
Mas neste mesmo clique, mais irregularidades. Silvain é visto abastecendo o carro com um galão, o que também é proibido por lei. O ato é configurado de infração média, com uma multa e remoção de veículo.
Mas o mais grave está na placa do carro, com o qual o diretor comete a infração. Na foto, aparece a placa OVN 2290 em um Gol branco. No entanto, uma checagem no portal oficial do Sinesp, que é justamente para conferir a situação do veículo, o mesmo número de placa se refere a um Nissan Tiida 2010, preto.
Assim, pelo registro, é claro o flagrante de irregularidade. Segunda a denúncia, que é anônima, o diretor do Detran utiliza a placa oficial de uma viatura descaracterizada, o Nissan, no caso, no Gol, o que representa crime previsto no Código Penal.
Pela legislação, adulterar ou remarcar número de chassi ou qualquer sinal identificador de veículo automotor, pode gerar reclusão de três a seis anos, e multa. Mas se o infrator é um servidor público, como é o caso, a situação pode ficar pior. Sua pena será aumentada em 1/3.
Outro lado
A reportagem entrou em contato com a assessoria do Detran. Silvain Fonseca explicou. Segundo ele, o veículo Gol, da primeira imagem, que é oficial e descaracterizado, teria tido problemas mecânicos. E com isso, parou…em cima da calçada. O diretor, no entanto, disse que parar ali não é ilegal. A imagem foi tirada há um ano.
Silvain Fonseca garantiu também que logo depois de tentar “ressuscitar” o carro e não conseguir chamou o guincho. Sobre o uso das placas, o diretor disse que o Gol foi desativado, e a placa teria sido colocada em outro carro.
Fonte: http://guardiandf.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário